LIVRO " CONVERSAS E BRINCADEIRA

Apresentação

 

“Aprender é arriscar- se a fazer dos sonhos textos possíveis”

Alicia Fernández

 

Que alegria!

O Livro do Lucca acaba de sair do forno. Afinal de contas foram alguns meses de muito trabalho e inspiração.Tem poesia que fala da tromba de um elefante, outra fala de um feriado entediado e tem uma que diz como ter um amigo pode nos fazer feliz. Menino antenado faz poesia até depois de cair e ficar machucado.“

Estou preso dentro da tela do computador” disse o menino de 6 anos em uma trégua das brincadeiras de faz de conta com seus amigos virtuais e inimigos imaginários no recreio da escola. Antes de se levantar da breve pausa lança um olhar cúmplice que atravessa o pátio e me alcança para depois com o corpo atravessado por pensamentos e desejos avançar como Dom Quixote contra os seus moinhos de vento.

O tempo passou e o menino com 8 anos já libertado, fora do computador incluía em seus scripts companheiros de aventuras nas brincadeiras de faz de verdade.Diferente de quando uma criança utiliza um vídeo-game onde a narração já está pronta e determinada; tendência dos tempos atuais, quando um menino gera suas brincadeiras, ele inventa cenas, cria os relatos, manifesta seus afetos. A primeira experiência de autoria é o brincar. Brincando liberta-se a inteligência.Brincando e interagindo o “nosso menino” descobriu-se interressante e interressado experimentando o prazer da autoria de seus pensamentos em suas “Conversas e Brincadeiras”.O “nosso menino” aprendeu também que as idéias pensadas podem ser contadas, escritas, digitadas e decidiu escrever um livro de poemas. Decidir fazer algo, por vezes é difícil, porém, quando o menino Lucca o fez, o fez para valer apropriando-se do seu desejo e para que esse permanecesse aceso procuramos oportunizar através de situações lúdicas e conversas espontâneas criar um espaço propicio para que durante o processo Lucca pudesse se conectar com o prazer de encontrar-se autor.Entre TCs e TCLs, “Conversas e Brincadeiras”, Lucca criou versos rimados, buscou palavras e significados. Lucca; pensou, sentiu, verbalizou, rascunhou, leu, releu, apagou, escreveu de novo, digitou, deletou descartou, selecionou, imprimiu.Os poemas são espirituosos, por vezes críticos, mas carregados de sensibilidade assim como o autor.As ilustrações do talentoso “Tio Renato” trouxeram cores e encanto para um livro cuja a beleza e valor estariam preservados independente da roupa que nele pusessem."Deus te abençoe, Lucca e que os versos e estrofes da mais linda poesia ilumine o seu dia a dia, lembrando sempre a você que melhor que a chegada é a caminhada repleta de coisas para aprender e amizades para fazer."

 

André Oliveira

lucca_interna.jpg
lucca_interna.jpg

poesia_a_queda.jpg
poesia_a_queda.jpg

poesia_copadomundo.jpg
poesia_copadomundo.jpg

lucca_interna.jpg
lucca_interna.jpg

1/4

Autor:

Lucca Barbosa Berti

 

Cordenação:

André Luís F. de Oliveira

 

Ilustrações e Projeto Gráfico:

Renato Andrae